Feliz Natal! Feliz 2019!

Gostaríamos de encerrar o ano de 2018 compartilhando com vocês nossa última festa de Natal, que realizamos no dia 16 de dezembro. As festas que nós realizamos ao longo do ano são todas muito divertidas e legais, mas Natal tem gostinho especial: é a festa da esperança, com clima de confraternização, união e gostinho de infância.

Este ano fomos agraciados com a ilustre visita do Papai Noel, para a alegria de todos. Além disso, tivemos uma linda apresentação teatral com a formação de um presépio humano. Tudo feito com muito capricho. Deixamos aqui nossos parabéns aos nossos atores participantes deste lindo momento!

A festa não estaria completa, é claro, sem os deliciosos bolos que nos foram gentilmente doados pela Adriana e pela Bolos e Salgados Flores. Deixamos aqui nosso agradecimento especial por ajudarem a tornar essa festa especial, ainda mais especial (e saboroso!).

Aos amigos, colaboradores, apoiadores e assistidos da Associação São Francisco, nosso muito obrigado, por fazer parte de nossas vidas no ano de 2018. Desejamos a todos vocês um Feliz Natal. Que o ano de 2019 venha cheio de bençãos e alegrias! Ler mais

Festa de Halloween

Como de costume, nós aqui na Associação São Francisco sempre aproveitamos as datas ao longo do ano para comemorar com nossos meninos e meninas. São ótimas oportunidades de movimentar todo mundo num espírito diferente daquele do dia a dia. Além de todos curtirem momentos descontraídos com música e brincadeira, também comem alguns comes e bebes diferentes, o que é sempre muito bom.

No finalzinho de outubro tomamos emprestada a festividade americana do Halloween e fizemos uma grande festa do dia das bruxas por aqui. Foi simplesmente maravilhoso! Nossos quitutes temáticos ficaram lindos e foram providenciados pelas cozinheiras e nutricionista, enquanto os cuidadores deram conta de uma decoração feita no capricho para a brincadeira. A equipe arrasou e estão todos de parabéns!

Seguem algumas fotos para vocês verem como foi o evento. Não se esqueçam de curtir, comentar e compartilhar com os amigos! Ler mais

Abril azul, mês da conscientização sobre o autismo

Estamos na reta final do mês de abril e, antes que maio chegue, precisamos falar sobre o autismo. O Abril Azul é dedicado à conscientização sobre o autismo, um distúrbio intrigante para a ciência ainda hoje e muito próximo da nossa atuação aqui na Associação São Francisco.

Já falamos um tanto sobre ele em algumas postagens no nosso blog e você pode aprender mais sobre o assunto acessando este link, bem como este aqui também. Mas, é claro, nunca é demais falar sobre este distúrbio, uma vez que ele é muito comum e afeta o dia a dia de muitas famílias no Brasil e no mundo.

O autismo

A definição resumida do autismo é: um distúrbio do desenvolvimento humano. Sua característica mais marcante é a dificuldade de integração social do autista. Essa dificuldade ainda pode ser acompanhada por comprometimento em outras áreas, como o cuidado pessoal, higiene pessoal e noções de segurança pessoal. Essa definição resumida, entretanto, não basta para descrever o autismo.

O que torna o autismo um distúrbio tão intrigante são alguns fatores, entre eles:

  • O fato de que o autismo é incrivelmente não uniforme, se comparado a outras deficiências e distúrbios. Enquanto uma pessoa com autismo pode apresentar sérios comprometimentos em diferentes áreas, outra pessoa pode ser o que é conhecido como “autista altamente funcional”, com sintomas pouco percebidos.
  • Enquanto alguns distúrbios afetam a aparência física de maneira bastante evidente, a pessoa com autismo muito frequentemente conserva uma aparência harmoniosa.
  • Embora não seja o caso absoluto com todas as pessoas com autismo, existem casos em que as habilidades sociais são comprometidas enquanto o autista desenvolve outra habilidade de maneira extraordinária, como a capacidade de fazer cálculos altamente complexos, ou um talento musical fora do comum.
  • Ainda não existe uma conclusão definitiva a respeito das causas do autismo. Não foi encontrado gene, ou trecho de DNA definitivamente associado ao distúrbio. Todavia, existem indícios de predisposição genética.

Sinais de alerta

O autismo não tem cura, mas quando acompanhamento especializado e terapias são usados de maneira eficiente, é possível proporcionar um desenvolvimento global excelente para a pessoa com autismo. Por isso, elencamos alguns sinais de alerta. Caso você perceba sete ou mais dos comportamentos abaixo, consulte um especialista:

  • Às vezes é agressivo e destrutivo;
  • Resiste ao contato físico, como abraços, beijos e carinho;
  • Usa pessoas como ferramentas, como para pegar objetos ou realizar ações corriqueiras;
  • Não demonstra medo em situações de perigo;
  • Age como se não escutasse;
  • Resiste ao aprendizado;
  • Risos e movimentos inapropriados;
  • Não se mistura com outras crianças;
  • Modo e comportamento indiferente ou arredio;
  • Não mantém contato visual;
  • Apego não apropriado a objetos;
  • Resiste a mudanças de rotina;
  • Acentuada hiperatividade física;
  • Gira objetos de maneira peculiar e bizarra.

Aprendendo a lidar com a pessoa com autismo

Finalmente, aprenda a lidar com o diagnóstico de autismo. Em primeiro lugar, lembre-se que nenhum distúrbio, doença ou deficiência deveria definir quem uma pessoa é. O indivíduo com autismo é muito mais do que “apenas um autista” e merece todo amor e atenção que uma pessoa dita “normal” teria. Quem vive com o diagnóstico de autismo normalmente tem sérias dificuldades em situações sociais, portanto, esteja sempre pronto para auxiliar nessas situações.

Além disso, conheça quais são os gatilhos de crises para a pessoa em questão. São barulhos altos e abruptos? São luzes ofuscantes piscando? Lugares movimentados? Evite-os, na medida do possível, ou aprenda a transmitir segurança e conforto nessas situações. Lembre-se de que a pessoa com autismo sente e percebe o mundo de maneira diferente de você.

Finalmente, uma dica importante: o cuidado com as palavras e a comunicação de uma forma geral. Muitas vezes, a pessoa com autismo não consegue encontrar palavras para se expressar. Ajude em situações desse tipo e tenha paciência. Não tente apressar a comunicação, nem pressionar. Evite usar linguagem figurada, também. Se você disser que “está chovendo canivetes”, é provável que  a pessoa com autismo realmente imagine que está saindo lâminas do céu. Quem vive com autismo não consegue entender esse tipo de linguagem. Prefira dizer, em vez disso, que está chovendo muito.

Esse é o nosso recado para este Abril Azul. Gostaríamos de deixar um abraço para todas as famílias que vivem o desafio de lidar com o autismo.

Passeio na Praia, 2018

No começo do mês aconteceu nosso tradicional passeio para o litoral. E que passeio! Ficamos muito bem instalados, desfrutando de muito conforto, sol, brincadeira e descontração. Um alô para nosso amigo motorista, da Pindatur, que foi muito prestativo e carinhoso com os assistidos!

Ficamos de 06 a 08 de março na Praia do Sape. Deem só uma olhada em como foram nossos dias por lá! Não deixem de compartilhar, curtir e comentar!

[AFG_gallery id=’18’]

Passeio no Hotel Fazenda Estrela da Serra

Um dia ao ar livre, na companhia de bons amigos, comida feita no fogão a lenha e brincadeira na piscina. Essa foi a quarta-feira que a família da Cristina, uma de nossas assistidas, nos proporcionou no dia 21 de fevereiro. Fomos muito bem recebidos pelo nosso amigo Daniel Ambrogi e sua esposa Rose, responsáveis pelo Hotel Fazenda Estrela da Serra. E que presentão foi esse! Uma ótima oportunidade de nos mexermos bastante, relaxar e curtir um lugar lindo e acolhedor.

Durante nossa permanência, não só nossos anfitriões foram pessoas incríveis. Os funcionários do Hotel também foram excelentes, dando atenção até os mínimos detalhes. Mas não para por aqui. Como se não bastasse a alegria de brincar nesse lugar fora de série, ainda tivemos a companhia do nosso querido Rafinha Acústico. Ele, que já é de casa, ajudou a animar ainda mais o nosso passeio dando um verdadeiro show para nós, como sempre.

Muito obrigado a todos que fizeram este passeio acontecer! Desde o planejamento, alimentação e toda a estrutura que nos foi disponibilizada. Agradecemos também aos motoristas da Pindatur que nos deram toda a atenção de que precisávamos, ajudando inclusive na acomodação dos nossos assistidos no ônibus. Tudo correu perfeitamente. Esperamos nos rever em breve e aos amigos, o lembrete de sempre: nossa casa está sempre aberta a vocês!

Aproveitamos para deixar aqui algumas fotos e vídeos do passeio. Só de ver já dá saudade.

Quer conhecer melhor o trabalho do Hotel Fazenda Estrela da Serra? Então dê uma olhadinha no site deles, clicando aqui neste link.

Uma boa semana para todos! Ler mais

Dia das crianças 2017

Eles podem até ter estatura de gente grande, voz grave como a de um homem maduro, ou fio prateados na cabeça. A data de nascimento pode dizer que não, mas nós sabemos a verdade: nossos meninos e meninas terão coração de criança para sempre. E como é lindo conviver com pessoas que conservam a pureza e curiosidade de crianças dentro de seus corações!

E foi para celebrar justamente esse espírito jovial dos nossos assistidos que realizamos uma festa de dia das crianças. Comida boa, amigos do peito e muita animação. Tivemos uma festa regada a coisas boas e queremos compartilhar um pouco dela com vocês.

Aproveitamos para agradecer, de coração, aos nossos amigos do grupo Sorriso de Cristo. Eles estiveram por aqui em maio deste ano e voltaram mais uma vez para nos contagiar com sua alegria.

[AFG_gallery id=’13’]

Moradia assistida: cuidar bem, abandonar jamais

Normalmente, sempre que se pensa em relocar uma pessoa do seu lar para qualquer tipo de instituição, a primeira ideia que se vem à mente são asilos, orfanatos e hospícios. Todos lugares que causam verdadeiro arrepio de terror ao imaginário popular. Imaginamos logo funcionários mal humorados, comida mal feita, higiene precária e abandono geral. Assim, quando se tem alguém dentro do nosso lar de quem não conseguimos cuidar tão bem quanto gostaríamos, preferimos redobrar os esforços e manter esse familiar por perto. Mesmo que isso signifique não desenvolver todo o potencial desse indivíduo, por causa da falta de tempo e energia do cotidiano.

 Houve, sim, um período na história das instituições asilares, em que elas foram marcadas por tudo isso que povoa nossa imaginação: superlotação, condições hostis e abandono. Houve até mesmo o tempo em que tais lugares eram realmente destinados para pessoas “esquecidas” pela sociedade; para aqueles que mais constrangiam e oneravam famílias que podiam recorrer a esses serviços.
Felizmente, nas décadas mais recentes, esse tipo de situação tem sido constantemente denunciado. Os antigos asilos vem perdendo o seu lugar para estabelecimentos comprometidos com o bem estar de seus assistidos. É nessa história de evolução do cuidado com pessoas com deficiência que entra a moradia assistida. Um conceito ainda novo para muitas pessoas.

Moradia assistida: o que é? 

 O atendimento na modalidade de moradia assistida acontece quando o indivíduo passa a residir no local onde recebe assistência. Ao contrário de asilos, existem alguns critérios que precisam ser rigidamente seguidos para que o atendimento seja considerado de moradia assistida.
Primeiramente, como acontece aqui na Associação São Francisco, o ambiente é todo preparado para que ele se torne um verdadeiro lar. Um número limitado de assistidos reside na mesma casa, evitando-se, assim, a superlotação. Cada um dos internos tem seu espaço. Nesse contexto de socialização saudável, eles aprendem a cuidar de si mesmos, de seus pertences e dos espaços coletivos. O objetivo é sempre alcançar a maior autonomia possível.
A reeducação, o convívio e todas as atividades são propostas e mediadas por profissionais capacitados. Conta-se com a assistência de terapeutas ocupacionais, recreacionistas, psicólogos e nutricionistas, por exemplo. Entretanto, como estamos falando de um lar, tudo aquilo que for de realidade clínica, como consultas médicas e tratamentos; acontecem na comunidade, fora da casa. Essa abordagem ajuda a cultivar um ambiente aconchegante e caseiro para nosso assistidos.

Por que ela seria a solução para minha família?

 Todos que conhecem a realidade de educar e cuidar de uma pessoa com deficiência intelectual, sabem que nem sempre é simples proporcionar o que há de melhor para o desenvolvimento desse indivíduo. O nível de autonomia dessa pessoa, que tem capacidades e limitações únicas, varia muito.
Por exemplo, existem casos em que a família cuida com tanto zelo que a pessoa deixa de aprender habilidades importantes, como o simples ato de se servir uma refeição, se vestir ou cuidar da própria higiene pessoal. Algumas dessas habilidades poderiam ter sido desenvolvidas se fossem trabalhadas de forma adequada. Ou ainda, pode-se deixar de trabalhar tão bem a comunicação do indivíduo por se subestimar sua capacidade de compreensão.
Com o passar dos anos e o avanço da idade dos pais da pessoa deficiente, as dificuldades podem se tornar ainda maiores. Aí vem a falta de estímulos adequados. O esforço para se acompanhar de perto cada detalhe da vida dessa pessoa pode ficar cada vez mais árduo.
Em momentos como esse, como não considerar a possibilidade de se recorrer à moradia assistida? A Associação São Francisco promove justamente as oportunidades de desenvolvimento que a pessoa com deficiência não conseguiria encontrar em seu próprio lar. Somos uma instituição que busca a humanização em todo atendimento que realizamos: contato com olhos nos olhos, respeito e carinho. Há mais de 14 anos somos um lar onde nossos meninos e meninas podem se desenvolver de maneira integral, com estímulos adequados, instalações confortáveis e alimentação nutritiva. Mais importante ainda: somos um espaço aberto às famílias que nos procuram.
Se você sente que já não consegue oferecer o melhor que seu familiar necessita, venha nos conhecer. Ficaremos felizes em lhe apresentar nosso trabalho e ajudar. Somos uma instituição privada, localizada em Taubaté. Para entrar em contato, basta ir para nossa seção de contatos no site e mandar uma mensagem, ou nos ligar. Aguardamos o seu contato!

Banda “Entre Amigos” nos encantando com boa música

No dia 05 de Agosto de 2017, nós tivemos o grande privilégio de receber a visita da banda “Entre amigos”. Fomos agraciados com um verdadeiro show de boa música, simpatia e carinho. Agradecemos aos nossos amigos e deixamos nossas portas abertas para venham sempre que desejarem! Nossos meninos e meninas se divertiram muito com vocês.

     

Palestra sobre saúde bucal da SORRIX

No mês de junho de 2017 tivemos a imensa alegria de receber uma visita dos nossos amigos da SORRIX odontologia, que nos presentearam com uma palestra gratuita sobre cuidados com a saúde e higiene bucal. Um dos nossos pilares na Associação, é a promoção da maior autonomia possível para cada um dos nossos assistidos, possibilitando que cada um cuide o melhor de si, dentro de suas capacidades. Queremos agradecer do fundo do coração à SORRIX por essa visita, com a qual aprendemos muito. O momento educativo proporcionado por esse pessoal super do bem só vem somar às nossas iniciativas e reforçar  tudo aquilo que desenvolvemos no nosso dia a dia.


               

Paralimpíadas da Associação São Francisco

No último dia 10 de setembro, a Associação São Francisco mergulhou de vez no espirito olímpico e realizou a sua própria Paralimpíada.

Tivemos um sábado bem animado na sede do Grupo Escoteiro Amizade, com jogos programados pela nossa querida recreacionista, Katherine, e aplicados pelo Clã Pioneiro Excalibur e a Tropa Sênior Autônoma Abaetê. Tudo aconteceu num clima gostoso de confraternização e descontração, com direito a desfile com a tocha e entrega de medalhas.

Como não poderia ser diferente, todos os nossos meninos e meninas receberam uma medalha à altura do seu espírito e carisma: ouro, é claro!

Seguem as fotos. Não deixem de curtir e compartilhar com os amigos e família!

[AFG_gallery id=’10’]